D’après Abel Salazar: arqueologia, verificação, projeção

9 de Junho de 2017


Iniciado em setembro de 2016, o projeto D’après Abel Salazar: arqueologia, verificação, projeção, uma colaboração entre a Casa-Museu Abel Salazar (CMAS) e a Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto (FBAUP), através do seu Mestrado em Desenho e Técnicas de Impressão (MDTI), pretende redescobrir as técnicas de gravura usadas por Abel Salazar.

São águas-fortes, pontas secas e monotipias consideradas de grande qualidade mas de particular execução pois é notório que Abel Salazar não usava a técnica de gravura como meio de reprodução técnica, tal como era usual no seu tempo, mas como forma de experimentação gráfica, e é a partir deste pressuposto que se pretende refletir sobre várias questões: de que modo os processos de desenho e gravura possuem uma natureza experimental e de que forma estão relacionados; como se caracterizam os seus modelos de trabalho; como se relacionam desenhos e gravuras com as restantes áreas de atuação de Abel Salazar; como podem estas pistas servir uma prática artística hoje e como pode esta apoiar o entendimento da obra de Abel Salazar.

Este estudo sobre a Coleção da Casa Museu Abel Salazar tem assim por particular enfoque, a compreensão das circunstâncias processuais do desenho e da gravura, e assenta sobre um programa de divulgação dos resultados baseado em novas formas de documentação e leitura da coleção, segundo temas pertinentes à contemporaneidade e modelos de investigação alternativos na FBAUP.

O projeto desenvolve-se em torno de uma exposição como formato central para a apresentação de trabalhos individuais e colectivos, reunidos ao longo de um semestre de trabalho, por estudantes de pós graduação.  Estes são criados a partir da recriação tecnológica de etapas, reconstituição de materiais e espaços oficinais, replicação do uso de instrumentos, técnicas, modos e métodos descodificados a partir do estudo da obra do autor em análise, Abel Salazar. Concretizaram-se ensaios a sistematizar e apropriar metodologias de investigação baseadas na recriação tecnológica, através da cópia e interpretação direta das obras e fontes primárias, apoiando a classificação, o registo e o acesso a novos dados sobre objetos originais. Verifica ainda este projeto, os modos como as coleções podem beneficiar deste tipo de estudo. O que se descreve e explicita não são apenas as circunstâncias processuais, os materiais, as técnicas e a sua tradução através das mãos de artistas em formação: acrescenta-se o seu uso como ferramenta pedagógica, provocadora de trabalhos originais. Sublinha-se, podem os dados recolhidos conciliar uma investigação simultaneamente formativa e especulativa e garantir um reconhecimento tecnológico de suporte ao desenvolvimento de novos estudos, sejam estes conduzidos por estudantes de Belas Artes ou outros investigadores. Neste projeto propõe-se uma alternativa a uma abordagem da história da arte e da crítica, usando também da tradução e transformação das obras em material original, como princípio de compreensão dos aspectos tecnológicos, científicos, estéticos e culturais que suportam a obra de Abel Salazar.

A componente projeção engloba já uma relação com uma seleção dos projetos realizados pelos estudantes à unidade curricular de Atelier Oficina do Mestrado em desenho e técnicas de impressão.

Projeto desenvolvido por estudantes do mestrado em Desenho e Técnicas de Impressão, na FBAUP, sob coordenação da professora Graciela Machado, numa parceria com a Casa Museu Abel Salazar

Organização e coord. de Graciela Machado / MDTI, FBAUP / i2ADS

Casa Museu Abel Salazar, Luísa Garcia Fernandes

Até 27 de junho no Pavilhão Calouste Gulbenkian

Até 8 de Setembro na CMAS

+ INFO

Arquivo Notícias

Por Categoria
  • Notícias (334)
  • Destaque (43)
  • Outros (10)
  • Eventos (94)
  • NIMAE (17)
  • Por Mês
  • Junho 2017 (1)
  • Maio 2017 (2)
  • Abril 2017 (2)
  • Março 2017 (2)
  • Fevereiro 2017 (4)
  • Janeiro 2017 (2)
  • Por Ano
  • 2017 (13)
  • 2016 (33)
  • 2015 (58)
  • 2014 (99)
  • 2013 (83)
  • 2012 (53)
  • 2011 (9)